Dieta low carb pode ser o segredo para acelerar o metabolismo

Novo estudo mostra como que uma dieta baixa em carboidratos pode te ajudar a queimar quase 300 calorias a mais por dia…

Por

A equação é simples: para baixar de peso você precisa gastar mais calorias no dia do que o consumo. Todos que já tentaram eliminar gordura em algum momento da vida aprenderam isso.

No entanto, novo estudo parece desafiar esta doutrina.

Uma pesquisa recente publicada no jornal BMJ descobriu que, com as calorias deixadas de lado, a perda de peso pode estar intimamente ligada aos grupos de comida da sua dieta.

E os resultados mostraram que dietas low-carb fizeram os participantes baixarem de peso mais rápido.

Por que você deveria experimentar um plano de alimentação low-carb para baixar de peso?

Para chegar nesse resultado, os pesquisadores dividiram os participantes, que estavam acima do peso, em 3 grupos:

  1. Alto consumo de carboidratos (com 60% das calorias vindas dos carboidratos)
  2. Consumo moderado de carboidratos (com 40% do total de calorias)
  3. Baixo consumo de carboidratos (apenas 20% de calorias)

Todos os grupos tiveram ingestão de proteína fixada em 20% do total de calorias.

Depois de 20 semanas, o resultado mostrou que o terceiro grupo, aquele que seguiu a dieta baixa em carboidratos perdeu mais peso.

Na verdade, o grupo com restrição em carbo queimou entre 209 a 278 calorias a mais por dia, em comparação àqueles com alto consumo de carboidratos.

Mas não só isso. A pesquisa também monitorou mudanças hormonais nos participantes, de acordo com diferentes dietas. O que explica o aumento do metabolismo e maior queima calórica dentre aqueles que estavam seguindo a dieta baixa em carboidrato.

O hormônio grelina, responsável pela sensação de fome e associado ao menor gasto de energia, foi significantemente menor no grupo com restrição de carboidratos.

Além disso, o grupo que seguiu a dieta low-carb também apresentou maior sensibilidade à leptina, o que se traduz na maior sensação de saciedade e menos fome geral.

Como ter uma alimentação low-carb

Se você também planeja dar uma segurada nos carboidratos, pode começar cortando massas e açúcar.

No caso do açúcar, quando realmente for indispensável, busque alternativas mais saudáveis, como a stevia ou o xilitol. No caso das massas, corte pães, batata, arroz, macarrão.

Apenas estas duas mudanças de hábito, provavelmente serão suficientes para que você mantenha o consumo de carboidratos na sua dieta abaixo dos 20%.

Se tiver alguma dúvida ou quiser controlar melhor, pode usar algum aplicativo para monitorar os macros, como o MyFitnessPal ou o Lifesum.

E quando se sentir desesperada por uma massa, experimente alguma versão low-carb para receitas tradicionais, como minha receita de pizza low-carb.