Posso tomar café durante o jejum intermitente?

Nos últimos anos, cada vez mais pessoas têm aderido ao jejum intermitente como forma de se manter em forma. E o café, quebra ou não o jejum?

Por

O jejum intermitente tem ganhado cada vez mais adeptos nos últimos anos. Olhando as estatísticas, parece que ele ainda continuará a fazer sucesso por muito tempo.

Para quem não está familiarizado, o jejum intermitente (ou JI, para os íntimos) consiste em restringir a alimentação apenas durante um período de horas durante do dia.

Por exemplo, o protocolo mais usado é o 16:8, que significa que você faz jejum por 16h e se alimenta apenas durante as 8h restantes do dia.

Isso significa que, se você jantou às 20h da noite, você só irá fazer sua próxima refeição no dia seguinte, às 12h (ou seja, pula o café da manhã).

A prática do jejum intermitente é popular especialmente entre aqueles que estão em dietas para perda de peso.

Uma dúvida comum que eles têm:

Se eu tomar café, vou romper meu jejum?

Boa notícia: o café não quebra o jejum.

Mas precisa ser o café preto puro. Nada de colocar açúcar, leite, creme. Se o café preto puro não descer, uma possibilidade é adicionar algum adoçante natural, sem calorias. Os recomendados são stévia, xilitol ou eritritol.

O café preto traz diversos benefícios para quem está na dieta.

Primeiro, no Brasil temos alguns dos melhores cafés do mundo. Como maiores produtores mundiais, temos o privilégio de pagar barato por um café de qualidade.

Além disso, o café tem propriedades inibidoras da fome. Ao tomarmos café, sentimos menos fome do que teríamos normalmente.

E como diurético, o café nos ajuda a “desinchar”. Quando tomamos, precisamos ir mais vezes ao banheiro, já que a cafeína presente no café funciona como um diurético.

O único ponto contra o café é que, para algumas pessoas, com estômago sensível, pode gerar queimação e gastrite. Se este é seu caso, você pode optar por algum chá livre de cafeína, e assim, não irritar o estômago.

Além do café, o que posso tomar sem romper o jejum?

Tome muita água.

Este é o primeiro passo. Manter a barriga cheia de água irá despistar qualquer vontade de atacar a geladeira pela manhã, além de ser necessário para manter a hidratação.

E, além do café, você pode tomar chás. Qualquer chá que goste. Os chás estimulantes são melhores pela manhã já que te dão mais energia.

No caso da água, algumas pessoas colocam um pouco de suco de limão. E, no caso dos chás, algum preferem com adoçantes naturais, da mesma forma que o café.

E por que tem tanta gente colocando manteiga no café?

Alguns dos adeptos do jejum intermitente, optam por uma mistura um tanto quanto especial: o chamado Bulletproof Coffee (popularizado por Dave Asprey, nos EUA).

O bulletproof coffee é uma mistura de café preto com manteiga e óleo de côco (óleo MCT).

Apesar de ser uma bomba calórica, esse shake tem benefícios, em especial por ser um passo intermediário para começar a fazer o jejum intermitente.

Se parecer assustador pular o café da manhã, com esse café com manteiga, você terá calorias suficientes para passar toda manhã sem qualquer fome.

Em pouco tempo você se acostuma com o hábito de não comer nada pela manhã e pode seguir para o jejum intermitente, apenas com café puro.

Independente de qual forma de jejum intermitente você seguir, ou se prefere se adaptar com adoçantes naturais ou mesmo manteiga, diversos estudos mostram benefícios desta prática para a saúde.