O que é psyllium husk? Por que ele é tão usado na dieta cetogênica?

Conheça o que é e como funciona o principal ingrediente para fazer massas low carb, amado pelos fãs da dieta keto…

Por

No ano passado, quando comecei a seguir uma dieta cetogênica, comecei a experimentar receitas muito diferentes daquelas que estava acostumada.

Me chamou atenção que em praticamente todo prato que eu olhava, tinha um ingrediente que nunca tinha ouvido falar: psyllium husk em pó.

Naquele momento eu não me preocupei em pesquisar sobre o psyllium, só queria encontrar algum lugar para comprar, já que não é comum encontramos o psyllium em supermercados.

Pesquisei um pouco e consegui encontrar numa loja especializada online. Depois, vi que em algumas redes de lojas de produtos naturais, como a Mundo Verde, também podemos achar.

Quando passei minha receita de pão keto (low carb, sem glúten e quase igual ao pão tradicional) para uma amiga, a primeira coisa que ela me perguntou…

Então, o que é psyllium husk em pó?

O psyllium husk em pó é extraído da semente de Plantago Ovata, que é uma planta tradicionalmente cultivada no sudeste e oeste asiático.

A casca do psyllium é muito rica em fibras solúveis. Pequenas quantidades da casca já são capazes de ajudar na regulação do fluxo intestinal e evita constipação.

Pessoas com dificuldades para ir ao banheiro chegam até a misturar o pó em água e tomar para ajudar no combate à constipação.

Além disso, o psyllium também é conhecido por ajudar a baixar os níveis de açúcar e colesterol no sangue.

Por que o psyllium é tão popular nas receitas keto?

Pó de psyllium misturado com água, usado contra a constipação e também para promover maior saciedade (Foto: Shutterstock)

Se você buscar na internet receitas para dieta cetogênica, irá se deparar com psyllium husk powder como ingrediente obrigatório para preparar massas, pizzas e pães.

Claro, as versões keto de todas essas massas!

A farinha de trigo (e o glúten) devem passar longe da cozinha de quem quer seguir uma dieta low carb, como a cetogênica.

O psyllium é amplamente usado por ter praticamente zero carboidrato digerível, ou seja, contem fibras que não contam para seu consumo diário de carboidrato.

Mas também, por ter uma textura que imita as farinhas das massas que conhecemos.

Claro, não existe alternativa que irá realmente substituir o gosto dos massas que o glúten proporciona — mas você terá uma versão muito parecida. É como usar a stevia ou o xilitol como substitutos do açúcar.

Existe algum ponto negativo ao consumir a casca de psyllium em pó?

Os nutricionistas dizem que o psyllium é um alimento bastante seguro, mas recomendam começar o consumo de forma moderada.

Isso permite que você se adapte e veja se não tem nenhuma reação.

Como qualquer produto rico em fibras, ao consumir psyllium, você deve tomar muita água, já que a substância irá absorver água do seu trato digestivo — o que também ajuda a promover a sensação de saciedade.

Assim, no geral, o psyllium husk em pó é bastante seguro. Ele não se tornou o queridinho da comunidade keto à toa. Suas propriedades o tornam o substituto perfeito para o glúten e permite que você aproveite suas versões “livres de culpa” de pães, pizzas e massas.